+55 28 99964 6400
Free Call
+55 28999646400

Mercado

Auto Added by WPeMatico

Porta dos Fundos lança curso EAD sobre produção audiovisual

Em parceria com a plataforma Curseria, o Porta dos Fundos lançou um curso a distância voltado à produção de conteúdo audiovisual, com o objetivo de aprimorar o desenvolvimento profissional dos interessados em trabalhar nesta área. As aulas começaram a ser disponibilizadas na última semana, via internet.Intitulado “Conteúdo Audiovisual – Produção, Técnicas e Humor”, o curso online conta com sete professores. Além dos sócios do canal do YouTube Fábio Porchat, Antônio Tabet, Ian SBF, Gregório Duvivier e João Vicente de Castro, também ministram aulas o diretor de fotografia Gui Machado e a executiva da Viacom International Studios Tereza Gonzalez.Leia mais…

Qualcomm vence processo antitruste e manterá acordos bilionários

A Qualcomm venceu um importante processo antitruste nos Estados Unidos recentemente. Uma ação legal que pretendia acabar com o licenciamento de patentes da empresa, que cobra royalties ao vender chips para outras fabricantes, foi negado nesta terça-feira (11), após acusações de práticas anticompetitivas da Federal Trade Comission em 2019.O processo visava diminuir a cobrança no licenciamento de tecnologias presentes em chips de rede e da linha Snapdragon. A empresa realiza negócios do gênero com diversas fabricantes do mercado, inclusive gigantes como Samsung e Apple, o que garante bilhões em royalties anualmente. Em 2019, o segmento de patentes gerou em torno de US$ 4,6 bilhões de receita para a Qualcomm.Leia mais…

Disney muda nomes e identidades visuais das suas divisões de TV

A Disney anunciou, nesta segunda-feira (10), mudanças nos nomes das suas divisões de TV, adquiridas após a compra da Fox, concluída em 2019. O processo é semelhante ao ocorrido no início do ano, quando as divisões de cinema do grupo retiraram a marca da sua antiga proprietária.Conforme a Variety, o antigo estúdio 20th Century Fox Television agora será chamado de 20th Television, enquanto a ABC Studios e a ABC Signature vão se transformar em uma única empresa, com o nome de ABC Signature.Leia mais…

Bill Gates desconfia que TikTok, afinal, não seja um bom negócio

Em 2008, Bill Gates se aposentou na Microsoft, mas a Microsoft não aposentou Bill Gates: todos estão se voltando para ele quando o assunto é a compra do aplicativo TikTok. Mesmo que a gigante de tecnologia tenha anunciado que está em conversações para adquirir o app da controladora chinesa ByteDance pelo menos nos EUA e mais Canadá, Austrália e Nova Zelândia, seu fundador não duvida que será uma operação complicada:“Quem sabe o que vai acontecer com esse negócio? Esse é um cálice envenenado”, disse ele, em uma longa entrevista ao site The Wired. Leia mais…

Bill Gates critica testes de covid-19 nos EUA: ‘São puro lixo’

Completamente engajado em discussões a respeito das respostas mundiais à pandemia causada pelo novo coronavírus, Bill Gates deu uma declaração polêmica sobre os testes para detecção de covid-19 realizados nos Estados Unidos: “A maioria deles é puro lixo”, disse ao Wired.A frustração do bilionário não tem necessariamente a ver com a qualidade dos resultados, mas com a demora deles. Segundo ele, o atraso de semanas após a coleta do material utilizado nas análises os torna inúteis, além de criar uma janela perigosa, em que muitos vivem suas vidas normalmente mesmo estando infectados – sem saberem – e acabam contaminando outras pessoas.Leia mais…

Trump bane a Tencent, e jogos como PUBG e LoL podem ser afetados

Após banir o TikTok, o governo Trump agora baniu o WeChat, um dos aplicativos de mensagens instantâneas mais usados do mundo. A ordem executiva que proíbe o WeChat no país é direcionada à empresa dona do aplicativo – a chinesa Tencent Holdings – e dá 45 dias para que se encerrem todas as transações comerciais entre a companhia e empresas americanas, o que pode impactar subsidiárias como desenvolvedoras de jogos como o PUBG e o League of Legends.A Tencent é um enorme conglomerado chinês que atua em diversos setores de tecnologia, incluindo jogos eletrônicos. A lista de desenvolvedores de jogos que pertencem à Tencent ou mantêm a chinesa como um dos investidores abrange empresas como:Leia mais…

Microsoft quer zerar desperdícios em suas operações até 2030

A Microsoft anunciou, ontem (4), uma meta bastante ambiciosa em relação a se tornar uma empresa mais alinhada com a proteção ao meio ambiente: alcançar zero desperdício até o ano de 2030, para as suas operações diretas, embalagens e produtos.Uma das iniciativas da gigante de Redmond para atingir tal objetivo é a criação de “Centros Circulares” em seus data centers. Eles permitirão a reutilização ou a reciclagem de pelo menos 90% dos equipamentos eletrônicos existentes nestes locais, como os servidores, em vez de enviá-los para terceiros.Leia mais…

Facebook bloqueia bolsonaristas no mundo todo acatando STF

O Facebook anunciou em nota oficial neste sábado (01) que vai cumprir a ordem de bloqueio de 16 contas de apoiadores e aliados do presidente Jair Bolsonaro exatamente como determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).A ordem de bloqueio das contas faz parte do “inquérito das fake news”, que tenta desmontar e punir os responsáveis por uma rede de produção de notícias falsas com ataques a autoridades, inclusive a ministros do próprio STF.Leia mais…

Governo quer testar apoio ao imposto sobre pagamentos eletrônicos

O ministro da Economia Paulo Guedes recebeu o aval do presidente Jair Bolsonaro para testar a aceitação da criação do novo imposto sobre pagamentos eletrônicos no Congresso Nacional. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (31), pelo Blog do Camarotti, no portal G1.Apesar de liberar sua equipe econômica para este teste de popularidade do novo tributo, Bolsonaro não defenderá o imposto digital em seus discursos públicos, devido à impopularidade do tema. “Ele tem instinto político”, disse uma fonte próxima ao presidente, ouvida pelo comentarista político da GloboNews Gerson Camarotti.Leia mais…

Imposto sobre pagamentos eletrônicos pode ter alíquota de 0,4%

O imposto sobre pagamentos eletrônicos que vem sendo cogitado pelo governo federal, nos últimos dias, pode ter uma alíquota ainda maior do que a sugerida inicialmente, de acordo com a Folha de S.Paulo, em matéria publicada nesta quinta-feira (30).A proposta inicial apresentada pelo ministro da Economia Paulo Guedes era de taxar os pagamentos realizados por meios digitais em 0,2%. Com isso, seria possível arrecadar cerca de R$ 120 bilhões para os cofres públicos, anualmente, conforme as estimativas da pasta, dinheiro que seria utilizado para desonerar a folha de pagamento das empresas em 25%, nos impostos aplicados sobre até um salário mínimo.Leia mais…